Lew Company

Qual é a melhor forma de dar feedback de forma construtiva?

28/12/2017

Dar feedback para alguém pode ser um grande desafio e, por muitas vezes, acabar gerando tensões na empresa. Isso porque o processo de fornecer feedback requer lidar com emoções e diferentes níveis de maturidade dos colaboradores ao encararem o que foi exposto. Muitos colabores ainda veem a reunião de feedback como uma ocasião ruim que gera críticas, e não autoconhecimento e maturidade para se desenvolver na carreira.

É por isso que, para o gestor, ser capaz de analisar comportamentos e fazer uma leitura corporal das pessoas é uma característica muito importante para os líderes.

Em geral, os gestores, ao darem um feedback negativo, temem que possam: abrir um diálogo para discussão, ser mal interpretados, fazer com que o colaborador pense que a situação foi levada para o lado pessoal, receber críticas de seu papel como líder e até comprometer as suas relações sociais na empresa.

Mas o que acontece quando um colaborador não recebe feedback?

Um colaborador que não recebe feedback na empresa pode:

  • Sentir-se desmotivado e, por isso, reduzir a produtividade e iniciativa;

  • Pedir demissão ao sentir-se confuso em relação à gestão (“será que gostam do meu trabalho?);

  • Ficar sem saber qual caminho seguir e o que a empresa espera dele;

  • Gerar comportamentos inadequados e comprometer a imagem da empresa;

  • Criar relacionamentos ruins com a equipe;

  • Desenvolver doenças, como ansiedade e depressão.

Então, como dar um feedback de maneira construtiva?

A técnica de dar o feedback pode variar de acordo com a cultura organizacional da empresa e com a situação e contexto em que o processo está inserido, bem como a receptividade e eficácia da estratégia aplicada à cada departamento.

Confira 3 formas de feedback: 

  • O Feedback formal: reuniões marcadas previamente durante o cronograma de trabalho.
  • O Feedback informal: de forma não marcada e continua, no dia-a-dia do trabalho.
  • O Feedback corretivo: quando o feedback tem por objetivo mudar um comportamento e nortear o colaborador por um determinado caminho.

É importante ressaltar que o momento do feedback é focado na busca de oportunidades de desenvolvimento da carreira do colaborador ele nunca poderá ser ofensivo, genérico (como por exemplo dizer “você foi ok, sem mais!”) ou fora de contexto (quando aborda a equipe e outros aspectos da empresa, sem concentrar no colaborador).

6 Steps para dar um bom feedback para o colaborador:

01. Planejamento: registre o que irá falar e os aspectos positivos e negativos. Assim, você garantirá que os assuntos mais importantes irão ter destaque na conversa com o gestor.

02. Escolha do ambiente e um bom horário: a conversa de feedback deve acontecer em um ambiente tranquilo e sem interrupções de terceiros. Reserve cerca de uma hora para a reunião de feedback, mas nunca o agende com tempo corrido, como antes da hora do almoço ou no final do expediente, pois você correrá o risco do colaborador não prestar a devida atenção ao que você tem a dizer.

03. Defina as regras: para que o feedback não seja um processo de acusação e defesa, peça para o seu colaborador ouvir inicialmente o que você tem a dizer e informe que ele terá um espaço para se expressar em seguida.

04. Início da reunião: comece sempre pelos pontos positivos, parabenizando e agradecendo por seu serviço e colaboração para a empresa.

05. Ao longo do processo: o feedback não deve ser apenas uma exposição do que o colaborador deve mudar, ao invés disso, mostre soluções e diga como essa melhoria deve ser feita.

  • Seja amigável durante a conversa de feedback, mostre ao colaborador que você deseja ajudá-lo em seu desenvolvimento profissional, fazendo com que ele evolua em suas qualidades e aptidões. Por isso, use sempre expressões amigáveis.
  • Fazer anotações do que você considera importante no processo de feedbacké fundamental para que nenhuma informação importante seja esquecida.
  • Evite tons acusatórios e inquisidores como “você fez!” e “você estragou o trabalho!”. Pois dessa forma, você poderá intimidar seu colaborador.

06. Fim da reunião: repasse os principais pontos levantados e certifique de que ficou tudo bastante claro para o colaborador. É importante que ele entenda as suas expectativas e objetivos.

Inúmeras pesquisas na área de Recursos Humanos comprovam que a importância da Avaliação de Desempenho para dar bases concretas ao fornecimento do feedback. A Lew Company oferece o serviço de Plano de Desenvolvimento para empresas, que visa desenvolver ou aprimorar processos existentes, através de diagnóstico das necessidades da empresa, implantação e monitoramento dos processos de: Avaliação de Desempenho, Plano de Desenvolvimento individual e Plano de Sucessão de Cargos. Clique aqui e saiba mais!