Lew Company

Como a paternidade ativa pode transformar seu lar e sua vida!

26/08/2020

A nova geração de pais quebra estereótipos, é imersa na criação dos filhos e divide as tarefas domésticas.

Pai é aquele que sai de casa para trabalhar e prover para sua família, mas também é aquele que fica em casa cuidando dos filhos e é responsável por realizar tarefas domésticas. É aquele que não mora com os filhos, mas está presente em todas as suas fases. Pode ser que sua figura paterna seja na verdade sua mãe, que teve que assumir os dois papéis. Não existe uma resposta correta para representar a imagem de pai, mas uma coisa é certa: pai é aquele que cuida, que cria e que ama.

            As novas configurações de família e a diversidade estão cada vez mais presentes na nossa sociedade, e com elas ocorre a desmistificação do estereótipo do papel paterno. Apesar de todas as famílias poderem ser diferentes umas das outras, há um fator em comum entre todas: uma paternidade ativa e imersa na criação dos filhos torna a relação familiar mais saudável.

            A paternidade ativa consiste em exercer o papel de pai além do prover financeiramente. Sendo assim, ele deve se preocupar com as atividades domésticas e com as necessidades dos filhos, além de ter presença emocional para criar fortes vínculos familiares. É ter dedicação, cuidado, afeto, amor e diálogo com os filhos e assim compreender a verdadeira responsabilidade da paternidade.

            Se antigamente os pais se preocupavam apenas em serem autoritários e proverem financeiramente para suas famílias, hoje a nova geração de pais está cada vez mais preocupada em romper com os papéis de gênero moldados pela cultura patriarcal e passar a exercer a paternidade de forma ativa. O relatório Situação da Paternidade no Brasil 2019, realizado pela Promundo, aponta que os pais estão cada vez mais interessados em se envolver com seus filhos e participar dos cuidados deles de forma profunda.

            Os benefícios para a família são inúmeros. Estudos indicam que as crianças tornam-se mais felizes e educadas quando ambos os pais participam ativamente na sua educação. Além disso, elas crescem mais fortes psicologicamente, e os cuidados recebidos pelo pai na infância fará com que a criança possivelmente torne-se um pai ativo no futuro, o que gera mais um ciclo de transformação dos papeis nas famílias.

            É essencial que os modelos familiares se adequem à realidade na qual as mulheres saem de casa para trabalhar, e o ato de cuidar não está mais restrito à figura feminina. O homem também é um potencial cuidador, e ao desenvolver essa habilidade eles não contribuem apenas para o melhor desenvolvimento das crianças, mas também para o empoderamento e a carreira profissional das mulheres ao dividirem com estas a cansativa dupla jornada.

Ative sua paternidade e veja a transformação acontecer em seu lar e em sua vida!

Por Beatriz Froio – LEW Co

A LEW Company é uma consultoria especializada em diversidade e inclusão, especializada em equidade de gênero, raça, pessoas com deficiência e LBGT+, com soluções para empresa e para você.

Conheça mais acessando www.lewcompany.com.br